Live! O 13 de maio é mesmo uma data a ser comemorada?

Lei Áurea: 120 anos

Temas com a falsa abolição, legados e resistências das comunidades negras, se fazem presente na data do dia 13 de Maio. Em tempos de quarentena, mas provocando falas e levando à reflexão. A quarta, do dia 13 de Maio, atenderá 3 agendas em lives, tendo como convidado o Prof. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos (PPGHC/UFRJ, CEAP, CCIR), pautando um antagonismo sobre a data e o que molda o assunto.

VídeoSaúde: Olhares sobre a Covid-19

 

 

“Desde o final da década de 1980, o movimentos negros brasileiro vem provocando uma discussão muito forte voltada contra os processos das resistências e as lutas das comunidades negras contra o racismo e a falsa ideia de abolição. Pois como vem veiculando a História Oficial, a liberdade de homens negros e mulheres negras contra os sistemas escravistas no Brasil, não algo “dado” generosamente pela “monarquia brasileira”. E nem ao menos foi pensado algo que tivesse como pano de fundo uma proposta de “inclusão” social, política e econômica da população negras recém liberta”, pondera o sacerdote.

E às 17h30 – Abre conversa com Universidade de Vassouras, com a participação Profa. Me. Márcia Sena Barbosa M. Ribeiro, do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas – NEABI. A Pauta será:  A Falsa Abolição de 1888.

Juntos nesse projeto de amor, Elaine Ximenes e Pastor Vitor de Souza distribui alimentos e quentinhas

“Pontuamos que o 13 de maio é para nós, homens negros e mulheres negras uma “falsa abolição”, pois continuamos presos e associados à escravidão sem nenhum respaldo do Estado brasileiro, que não vê e que não nos coloca na condição de cidadãos”, completa o Prof. Ivanir dos Santos.

Com horário apertado, entra em outro debate: às 18h30 – na TV 247 – Entrevista com o ex-ministro Edson Santos e o pesquisador Ivanir Santos. Para Jornal Digital O Brasil 247, criado em março de 2011, um dos principais sites de notícias do Brasil, com foco em política, economia, mídia e temas de interesse nacional.

E às 20h30, outra live, agora com o tema  “A Construção da Identidade Afro no Brasil”, com o Grupo Paulo Freire – Preparatório Comunitário. Que vem há 10 anos, colaborando com o futuro de diversos jovens da Baixada Fluminense.

Confira pelo instagram @babalawoivanirdossantos

 

 

 

 

TAGS: Que isso, fera! Emanuele Morais inova ao fazer 1a live Camisa xadrez manga longa com nó Thaeme e Thiago lançam faixa inédita Arte negra! ‘Live com Griot,’ Campanha Ritmo Solidário Marília Mendonça lança música Camisa de Caveira sempre na moda Horóscopo Alto Astral de 04/05 a 10/05 Covid-19 fez triplicar assinantes de site adulto Alfredo Dias Gomes lança seu primeiro disco Dani Sperle posa para revista Moda: Blusa ombro caído Viradouro 2021 Blusa ombro caído TAY lança single “Um Maluco”

 

-Rozangela Silva-

Assessoria de Imprensa

 

 

 

 

 

Comentários estão fechados.