Depois de 2 anos sem vitórias, a Beija-Flor de Nilópolis leva o título do Carnaval 2018!

Terminou o jejum

Desde seu último campeonato em 2015 com o enredo, “Um griô conta a história: Um olhar sobre a África e o despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a trilha de nossa felicidade”, enredamento desenvolvido pela comissão de carnaval da escola, a Beija-Flor vem buscando o campeonato. A azul e branco do município de Nilópolis trouxe um carnaval polêmico, verdadeiro e cheio de crítica social, com alegorias totalmente opostas de sua identidade visual, um carnaval moderno e cheio de criatividade nas alas e fantasias, polemizando acontecimentos fajutos do dia-a-dia no Brasil, como a violência urbana, na escola, doméstica, infantil, intolerância religiosa e homofobia, entre outros inúmeros assuntos.

 

Confira: Thaynara Rodrigues será madrinha de bateria da Em Cima da Hora, “Estarei mostrando toda minha…

 

Desde seus 12 anos de idade à frente da bateria, Raíssa de Oliveira, 27, surpreendeu a todos vestida de Pombagira sem muito apetrechos, como costumamos a ver nos desfiles. A Beija-Flor fez um excelente carnaval como sempre fez ao longo dos seus 64 anos de Passarela, foi mais que merecido levar o título do Carnaval 2018 com o enredo: “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”, elogiado por uns e criticado por outros, fez com que a escola da Baixada Fluminense fortalecesse ainda mais o seu carnaval, fazendo com que ela elaborasse um dos seus maiores carnavais na Sapucaí de todos os tempos. Felicitações Beija-Flor, parabéns comunidade!

 

Veja abaixo a colocação das escolas – LIESA

 

 

 

 

 

Patrocinador Projeto Itinerante Samba Bom

Comentário: Jornalista Anderson Lopes

Foto capa: Portal Sambrasil – Parceiro Site AL

Comentários estão fechados.