“Tira isso daqui”. Viviane de Assis é vítima de preconceito em loja de roupas na Tijuca

Preconceito é crime, sabia?

Em pleno século XXI ainda sofremos preconceito contra as pessoas com nanismo, não só nisso, mas por todos os lados, lamentável. Nesta terça-feira, 19, Viviane de Assis, 38, foi vítima de prenoção de uma revendedora de loja de roupas em uma galeria da Seans Peña, na Tijuca, Zona Norte, debochada, ela gritou, “Tira isso daqui”, a passista da Unidos do Viradouro sentiu-se injuriada com a atitude da mulher e fez uma transmissão ao vivo no Facebook, denunciando em tempo real o ocorrido, até ontem só o vídeo, chegou a quase cem mil visualizações e mais de 700 compartilhamentos. Indignada com a situação, ao sair da loja, a bancária dirigiu para a 19ª DP (Tijuca), onde registrou um boletim ocorrência pelo crime de preconceito. A pena prevista na lei, em caso de condenação, é de um a três anos de prisão. Logo após o acontecido, os responsáveis pela loja, Márcia Alves e seu marido(sócio) procuraram Viviane para pedir desculpas após ‘erro grave’ da vendedora Débora, que já foi demitida do estabelecimento comercial.

 

https://www.facebook.com/viviane.deassis.71/videos/1635118699899272/

 

Foto destaque: Carlos Papacena

Comentários estão fechados.