“Roxanne Roxanne” – Netflix traz no Mês da Mulher a História da Primeira MC da História do RAP

Hip hop, a cultura das ruas

Após grandes produções entre filmes e séries exibidas nos últimos dois anos sob a temática HIP-HOP, a Netflix tem a honra de lançar ainda em março, o Mês da Mulher, “Roxanne Roxanne”, a biografia cinematográfica da pioneira “Roxanne Shanté”, dirigida por “Michael Larnell” e co-produzida por ninguém mais que “Pharrell Williams”…

 

Veja também: Bone Thugs n’ Harmony – Um dos grupos de RAP mais rápido do Planeta retorna ao Brasil para Três apresentações imperdíveis

 

Nova York, dezembro de 1984… Pouco antes das 2 da manhã, o lendário “DJ Mr. Magic” lança em primeira mão no horário nobre do seu programa – Rap Attack – transmitido pelas ondas da WBLS-FM, a voz de uma adolescente de 14 anos, gravada sem qualquer preocupação de produção refinada de estúdio, e por sobre uma batida seca de “boom-bap” – apenas quatro minutos de rima de uma MC que se chamava “Roxanne”.

 

 

“Espero que você tenha gravado isso na fita”, disse o anfitrião Mr. Magic, “porque você nunca mais poderá ouvi-la”, vangloriando-se do material inédito que acabara de apresentar para milhões de ouvintes ávidos pelas novidades do mundo do HIP-HOP.

Magic não poderia estar mais enganado. “Roxanne’s Revenge”, o single de estréia de Roxanne Shanté, logo acenderia a carreira da primeira estrela feminina do RAP e da primeira “batalha de sexos” registrada na história do HIP-HOP, que ficaria conhecida como “Roxanne Wars” – uma resposta à altura sobre as provocações feitas pelo grupo “UTFO” no lado B do single “Hanging out”; a faixa “Roxanne Roxanne”. Narrando a história sobre uma mulher que não correspondia às investidas de seu pretendente, Roxanne Roxanne tornou-se um grande sucesso entre os adeptos do HIP-HOP.

 

Vale a pena ver de novo: Dr. Dre e Jimmy Iovine terão suas vidas retratadas em “The Defiant Ones” via Netflix

 

Nascida Lolita Shanté Gooden, em 9 de novembro de 1969, no bairro do Queens, em Nova York, Roxanne Shanté, como ficou conhecida artísticamente, era membro do grupo “Juice Crew”. Muito atenta aos acontecimentos no mundo do RAP, Shanté se ofereceu para compor uma faixa como resposta ao UTFO. Com a idéia aprovada, o eterno “DJ Marley Marl” produziu a música “Roxanne’s Revenge” usando propositalmente os ritmos originais de uma versão instrumental de “Roxanne, Roxanne”. O período Roxanne Wars durou um ano marcado por batalhas travadas entre Shanté e seus rivais, com provocações e respostas em forma de vinis de 12 polegadas, culminando numa verdadeira agitação mercadológica retratada em shows e vendas de discos.

Com lançamento oficial marcado para o dia 23 de MARÇO pela Netflix, Roxanne Roxanne explora a improvável história da MC, hoje com 48 anos de idade, incluindo os abusos que ela sofreu e sua superação como adolescente precoce crescendo no bairro de Queensbridge, o maior projeto habitacional dos EUA, e como uma criança fortalecida no implacável mercado musical.

Paz e Respeito!!

 

 

Clica no play pra ver!

 

Clica no play pra ver!

 

 

 

 

 

 

Por: DJ “Zulu” TR.

Fan Page: Acorda Hip Hop – Trilogia

Comentários estão fechados.