Resgatando as belas canções, Cambada Mineira apresenta o show “Mineirês” no Teatro Rival Petrobras

Dia 22 de outubro

O grupo Cambada Mineira, há 20 anos resgatando as belas canções do Clube da Esquina, apresenta o show “Mineirês” no Teatro Rival Petrobras, no dia 22 de outubro (terça-feira), às 19h30. No espetáculo, os integrantes Amarildo Silva (voz e violão), João Francisco Neves (voz, violão e arranjos) e Tiago Mainenti (voz e violão) vão passear pelo repertório autoral extraídos de seus CDs e releituras dos clássicos mineiros.

Muito boa essa dica, aprenda como misturar estampas florais com linho

 

 

A abertura do show será com a banda Certas Canções, formada por Thadeu Camargo (voz e violão), Leo Salles (violão e baixo), Marcelo Braga (flauta e voz) e Gibran Oliveira (bateria e voz), com a produção musical de Marcos Veiga.

Um Sebastião não falha, Paraíso do Tuiuti apresenta samba-enredo 2020

 

É o show do Cambada Mineira resgatando o Clube da Esquina – Foto: Lucasa Werner

 

O público pode esperar do show canções de Milton Nascimento, Beto Guedes, Flávio Venturini, Toninho Horta, Lô Borges e companhia. Algumas foram sucesso, outras não são muito conhecidas. Mas todas belas canções.

 

((( Um pouco mais sobre o Cambada Mineira )))


O grupo lançou seu primeiro disco em 1999, quando ainda era uma espécie de cooperativa de músicos mineiros residentes no Rio. Em 2000, lançara o segundo CD: “Cambada 2”. Três anos mais tarde, gravou o “Ao Vivo” no Teatro Nelson Rodrigues, no Rio de Janeiro. O trabalho concorreu ao Prêmio Sharp da Música daquele ano. Em 2006, o Cambada Mineira lançou o CD “Meu recado”, contando com luxuosas participações de grandes artistas como Wagner Tiso, Toninho Horta, Vitor Biglione, Marcio Montarroios e Zé Renato. O CD foi premiado como o terceiro melhor disco de MPB do ano, ficando atrás do primeiro colocado Chico Buarque e Caetano Veloso. Graças àquele CD, o Cambada mostrou sua música por todo o país. Em 2012, lançou o CD e DVD “Urbana Fanzine”. Há 20 anos na estrada, o grupo tem como marca de sua música vibrante belos vocais, vigorosos violões e suas deliciosas releituras dos clássicos mineiros.

 

Serviço:

Teatro Rival Petrobras Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de JaneiroData: 22 de outubro (terça-feira). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$60,00 (inteira) R$30,00 (lista amiga). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.brInformações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo.

 

Clica no play!

 

 

 

 

TAGS: UPM seleciona negras e mulatas Ana Paula Evangelista se encontra com Quitéria Chagas Estácio de Sá já tem samba para 2020 MC Koringa se manifesta Wilson Witzel quer dividir os desfiles na Sapuca Maratona do RJ Criativo Ópera ‘Orphée’ Horóscopo Alto Astral de 14 A 20/10 Mudança radical de vida “É o Povo da Batalha” Marcelo Motta vence samba no Salgueiro Cadê o samba? Magal Clareou vence disputa de samba-enredo da Beija-Flor Swing da Batalha tem nova majestade Exponeja 2019 Thaeme e Thiago gravam DVD em SP Chan Suan é novamente dirigida por Cininha de Paula

 

-SG Assessoria de Imprensa-

Comentários estão fechados.