Repúdio ao veto 346 – que declara o Quilombo da Pedra do Sal, ​na Zona ​Portuária, como Patrimônio Cultural e Material do Município

Babalawô Ivanir dos Santos

No ​último dia 27 de junho, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella- bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus – vetou o projeto de lei 346 que declara o Quilombo da Pedra do Sal, ​na Zona ​Portuária, como Patrimônio Cultural Imaterial do Município.

Veja também: Após mais de um ano internado, Arlindo Cruz está de volta ao lar!

 

 

O Quilombo da Pedra do Sal, considerado o berço do samba carioca, é um dos mais importantes símbolos da história da cultura negra do país. Não podemos esquecer, que o Quilombo resistiu aos processos de transformações e reformas urbanas e se firmou como um contra ponto à história oficial brasileira. Assim o veto do prefeito, publicado no Diário Oficial do Município (DOM), demonstrar não só um descaso às culturas negras em nossa cidade, tal como outrora demonstrado com a LIESA e com o Jongo da Serrinha, como também um profundo desrespeito aos processos das nossas resistências  e luta por igualdade e equidade no país e na cidade do Rio de Janeiro.

 

Prof. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos

 

TAGS: Rainhas de bateria se encontram na 2ª edição do Salgueiro convida  Carnaval 2019  Neguim produz nova música de Hungria  Horóscopo Carnavalesco  Sinopse do enredo 2019 do GRES Acadêmicos do Salgueiro Animal print colorido tá na moda  Arraiá da União do Parque Curicica  Ivanir dos Santos em Parintins  Leia a sinopse do enredo da Portela  Shayene Cesário investe em técnica de maquiagem  Fábio Batista é o novo coreógrafo da Imperatriz Leopoldinense  Veja como foi o show da cantora Ana Egito

 

– Rozangela Silva – 

Assessoria de imprensa

Comentários estão fechados.