Raízes culturais: Inepac completa 45 anos em defesa do patrimônio cultural no estado do Rio

Sececrj

Responsável pela preservação do patrimônio cultural em todo o estado do Rio, o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) completa 45 anos neste sábado (22). Ao longo desse período, são 1.677 bens tombados em todas as regiões do estado. Em 2020, o trabalho é para aumentar esse número: o Inepac, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj), trabalha em mais de 20 processos, sendo que seis já estão concluídos e devem ser autorizados pelo governador Wilson Witzel nas próximas semanas.

Identidade de marca forte, conheça a nova logo do Império Serrano

Com essas novidades, para celebrar os 45 anos do Inepac, será realizada uma live nesta sexta-feira (21), às 18h, pelo instagram do Instituto de Direito Administrativo do Rio de Janeiro (Idarj). Com o tema “A Proteção do Patrimônio Cultural”, o evento terá as participações do diretor-geral do Inepac, Claudio Prado de Mello; do diretor do Idarj e líder da RPDC, Maurício Jorge Pereira da Mota; da professora do Lincoln Institute of Land Policy (Cambridge.MA.USA),  Sonia Rabelo; do mestre em História e Membro do Conselho Estadual de Tombamento,  Antonio Seixas; e do procurador federal junto ao Iphan,  Thiago Erthal.

Roteiristas e players de todo o país, FRAPA online começa dia 24 de agosto

 

 

Ao longo desse período, são 1.677 bens tombados. Em 2020, o Instituto realiza mais de 20 pesquisas de patrimônios em todas as regiões – Foto: Gui Maia

 

– É uma data para ser comemorada. Agradecemos a todos os colaboradores, gestores e a todos que contribuíram com essa história. Neste momento, estamos trabalhando muito em várias frentes. Neste momento temos em adiantado estado seis processos de tombamento e outros em andamento que serão concretizados até dezembro – disse Claudio Prado de Mello.

 

Atuação em todo estado

O Instituto elabora estudos, fiscaliza e vistoria obras e bens tombados, emitindo pareceres técnicos, pesquisando, catalogando, inventariando e efetuando tombamentos. Desde a flexibilização do isolamento social da Covid-19, técnicos do Inepac estão visitando diversas cidades para fazer um mapeamento dos patrimônios. O estudo tem como objetivo reforçar a preservação dos bens, tanto material quanto imaterial. Uma das novidade será a abertura do escritório do Instituto em Campos, que ficará responsável pelas regiões Norte e Noroeste Fluminense.

– O Inepac realiza um trabalho muito importante para a preservação histórica em todo o estado. E o nosso objetivo é fortalecer cada vez mais esse trabalho em todos os municípios do Rio – conta Danielle Barros, secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa.

Canal de denúncias 
Criado há cinco meses, o Brigada do Patrimônio se tornou um canal importante para a preservação histórica do Estado do Rio de Janeiro. O Inepac tem recebido diversas informações dos colaboradores do movimento, através do número (21) 98913-1561, que também possui o serviço de WhatsApp e funciona 24 horas por dia.
O Brigada do Patrimônio é um sistema voluntário e colaborativo, envolvendo membros de todo o estado que estão sendo credenciados.

 

 

 

 

TAGS: É necessário renovar! Sucesso on-line Vai um cafezinho aí? Horóscopo Alto Astral de 17/08 a 23/08 Moda:Body preto tomara que caia Mc Gu Comemora novas parcerias Rapper Dirty Lion lança videoclipe Mussum será da Lins Imperial! Sai pra lá, frustrados! ‘Neurose de Mim’ Sececrj lança o podcast Cultura Presente Vilma Rosa se prepara para nova turnê Horóscopo Alto Astral de 10/08 a 16/08 Shows gratuitos no Formato Drive In Histórias por Telefone Delícia de pecado! Empresário faz sucesso na internet Lazer popular Dra. Virgínia Rezende

 

-ASCOM Cultura-

 

 

 

 

Comentários estão fechados.