Projeto “Leão! Samba no pé”, G.R.E.S Estácio de Sá

Essa turma não tem descanso!!!

Mau acabou o carnaval de 2018 ,que se ocorreu em fevereiro e essa turma da Estácio já estavam na total ativa em abril, com projeto “Leão! Samba no Pé”.

Para que tenha um tempo hábio de preparação corporal e resistência física ,Marcos Maya resolveu dar inicio ao projeto “Leão! Samba no pé”.

Veja também: Estreia! Musical Favela 2- A gente não desiste

Projeto no qual ocorre dentro da quadra  Estácio de Sá e já vem dando o que falar no mundo do samba.Para poder reforçar o time de professores a musa da escola Leyla Barros, foi convidada para empreitar as aulas juntamente com Marcos Maya, nascendo assim uma grande parceria e um sucesso garantido.

Com 3 meses de duração as aulas vem de vento  e polpa, com uma numero de alunos que ate os surpreendem, são 120 pessoas entre passistas e alunos.

Um dos grandes pontos que pode ser observado neste projeto e que o publico alvo ,não e somente de passistas ,podemos falar que são foliões e ate curiosos ,somente querendo aprender.

Dê uma olhadinha: Look! Rainha de Bateria aparece em evento com roupa contendo 10 mil cristais

Outro fator que chama bastante atenção e que para quem pensa que só vai aprender a sambar esta enganado pois alunos tem aula de ritmos, resistência, postura, coordenação motora, aeróbico e claro samba no pé.

Preocupados em expandir o conhecimento dos seus alunos os profissionais  criaram

 

“Marcos Maya e Leyla Barros convidam ”

Onde são convidados profissionais do samba e de escolas co-irmãs para virem dar aula acontecendo assim um intercambio cultural, onde sem sombra de duvidas ocorri um crescimento uni lateral para todos.

 

Palavras Marcos Maya:

Acho muito importante implantar projetos dentro das agremiações, resolvi dar inicio ,para poder preparar todos os passistas e foliões  para o grande dia e também através do projeto retirar passistas para escola. Quando vamos fazer uma grande apresentação são meses de preparação, se treina expressão corporal e fácil, resistência, fôlego, postura, coordenação motora  e mais, isso requer um tempo pra estarem da forma qualificada  para desfile, hoje posso dizer que esse projeto e uma escola de treinamento para o folião na avenida, seja qual for o setor. Vale apena conferir.

Vale a pena ver de novo: II Congresso do Laboratório de História das Experiências Religiosas, no IFCS

Leyla Barros

Tenho uma relação de paixão com Estácio de Sá, uma historia linda  dentro da escola ,ela sempre me deu muitas oportunidades  e sempre se mostrou solicita a mim. Esse ano em virtude ao nascimento da minha filha, não viajei a trabalho e pensei essa e a hora deu retribuir de doar os meus conhecimentos artísticos para os alunos e passistas.

Quando recebi o convite do Marcos Maya ,não pensei duas vezes e aceitei na hora e hoje vejo o quanto e importante o projeto na Estácio de Sá e muito gratificante ver a gratidão dos alunos. Essa semana recebemos uma mensagem de uma aluna que fez nosso projeto e foi fazer teste passistas para uma co-irmã e passou, ela mandou varias mensagem nos agradecendo os 1 passos. Esses atos, as palavras que nestas horas vejo o quando e importante o intercambio cultural.

 

“Para quem quiser conferir de perto” o projeto Leão! Samba no pé

Toda segunda feira as 19:30, Quadra da Estácio de Sá – Av. Salvador de Sá, 206-208 – Cidade Nova, Rio de Janeiro

 

TAGS: Ana Paula Evangelista revela segredos de beleza  Salgueiro convida Beija-Flor de Nilópolis e Imperatriz Leopoldinense  Saiu a ordem dos desfiles de São Paulo  Acadêmicos de Madureira reforça seu time para o Carnaval 2019  Conheça a sinopse e logo do Império da Tijuca Movimento cultura hip hop   Jojo Todynho grava novo clipe em São Paulo 

 

Por – Hugo Sila – 

Comentários estão fechados.