Paz, harmonia e equilíbrio, Nattan lança “O Lamento” com parceria do rapper indígena Kunumí MC

Renovar as energias

O cantor Nattan lança o segundo single do EP “[é isso]”, a música escolhida foi “O Lamento” onde ele aborda a questão ambiental e todos os malefícios de não estar em harmonia com a natureza.

Salvar vida, doação de sangue não pode parar com pandemia do Coronavírus

 

 

No primeiro single “O Mergulho”, lançado no final de 2019, ele falava da temática da depressão e o suicídio. Nesse novo trabalho ele fala de temas como desmatamento, caça a animais, incêndios, preservação dos povos indígenas e perseguição aos ativistas ambientais. Como isso prejudica nossa vida atual e futura. Neste single ele apresenta uma parceria com o rapper indígena Kunumí MC, que passa sua mensagem num rap em Tupi Guarani.

– O objetivo não é atacar, ou entrar em brigas de direita e esquerda, mesmo tendo o meu posicionamento político, o foco é convidar a todos para nos levantarmos e lutarmos pelo meio ambiente, é passar informações reais para que as pessoas vejam e sintam mesmo o que está acontecendo… tem muita gente morrendo por defender questões ambientais, o Brasil é o país mais perigoso do mundo para os ativistas do meio ambiente, a nossa floresta está morrendo, a Amazônia está em sinal vermelho e o mundo inteiro está preocupado – explica o cantor.

O clipe de “O Lamento” foi lançado em todas as plataformas digitais. Na produção, que tem realização da Cerejeira Produções, Nattan faz todo em linguagem de sinais e aparece em dois ambientes, em Santa Isabel (SP) e na aldeia Krukutus, onde Kunumí MC mora.

Religião, Diversidade e Valores Culturais: campanha – Religiosos Unidos em Prol da Vida

 

 

– O cenário atual está gritando e nós não podemos ficar calados. A arte sempre foi usada para divertir, emocionar, mas principalmente para denunciar questões e promover “reflexão”. Gravar na floresta, ver tanta gente doando seu tempo e seu talento para este projeto, visitar uma aldeia indígena, ter a honra de ter um índio usando sua arte para nos abençoar foi muito lindo e estou muito feliz – diz o cantor.

Outro fato interessante sobre a música é que todo o som das cordas (violino e violoncelo), as latas e o canto indígena foram gravados ao vivo no meio do mato!

– O Kunumí não foi ao estúdio. Tudo foi registrado ao vivo no dia da gravação do vídeo – ressalta Nattan. Além de “O Mergulho” e “O Lamento” o EP [é isso] contará com mais duas músicas.

Porque eu fui para rua, Lady Chokey perde brinco de quinze mil reais!

– Com as músicas, e vídeos, quero jogar uma luz sobre temas relevantes a sociedade, essa é a base desse trabalho – revela Nattan. O EP [é isso] é produzido por Danilo de Moura – atualmente na Netflix com a série “Ninguém tá olhando” e tem preparação vocal de Amélia Gumes.

– Para esse álbum, vou fazer um projeto nas minhas mídias sociais para alcançar mais pessoas. Dentro do IGTV, no instagram, serão lançados vários vídeos ligados ao tema de cada música, incluindo um papo com a psicóloga Ana Detter, que discutirá os temas do ponto de vista psicológico – completa.

O vídeo de “O Lamento” pode ser visto no https://youtu.be/RQiS2Cr6Smg

 

 

 

 

TAGS: “Unidos Pelo Império” É preto no branco! O que é ser uma “Camgirl” Moda: calça jeans cintura alta e camisa xadrez Horóscopo Alto Astral de 23/03 a 29/03 Site e justificativas da Liesb Dicas de treino durante o isolamento do Coronavírus Maquiagem do outono/inverno 2020 Nota oficial da Lierj Coordene Jeans com Estampas Crivella anuncia medidas que serão realizadas para conter o coronavírus Sensualiza pra mim Liga LIVRES RJ Horóscopo Alto Astral de 09/03 a 15/03 Gil Jung perde 3 kg de gordura corporal Martinho da Vila será enredo da Vila em 2021

 

-Mercado da Comunicação-

 

 

 

 

 

Comentários estão fechados.