Para fechar 2020 com chave de ouro: Secretaria de Estado de Cultura do Rio empenha 100% dos recursos da Lei Aldir Blanc

Sececrj

0

O investimento para a cultura fluminense está garantido mesmo ainda em um período de pandemia da Covid-19. A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio (Sececrj) empenhou todo o recurso proveniente da Lei Federal Aldir Blanc – os R$ 104.738.336,00 recebidos diretamente, somado a cerca de R$ 855 mil devolvidos pelos municípios, totalizando R$ 105.594.224,20. Os recursos foram destinados para a Renda Emergencial e nos seis editais de fomento e premiação à cultura do estado do Rio.

Jornalista Anderson Lopes fala sobre como vai ser seu Ano Novo, “Vida Nova, Novos Planos”

 

 

O processo de pagamento também está acelerado neste final de ano. Até esta quarta-feira (30), 79,6% – R$ 79.945.000,00 – referentes aos seis editais já foram pagos aos proponentes. São 1.910 projetos pagos e 459 em processamento. O valor total investido nos editais é R$ 100.428.224,20.  Há projetos selecionados em 69 municípios. Já a Renda Emergencial tem investimento de R$ 5.166.000,00. Dessa quantia, 98% – R$ 5.067.000,00 – já foram pagos. Os 2% restantes estão com o erro de informação bancária sendo corrigido, mas o recurso está garantido e empenhado.

– A equipe da Secretaria de Cultura trabalhou diariamente para que todo o recurso da Lei Aldir Blanc fosse empenhado. Fizemos mobilização e plantões nos finais de semana para atender o máximo de fazedores de cultura do Estado, uma vez que a prorrogação ainda era incerta. Temos mais de 70% dos artistas atendidos e com a lei sendo garantida até o próximo ano temos a garantia de que todos os proponentes irão receber – disse Danielle Barros, secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio.

E daí? Deborah Albuquerque fala sobre o uso do Photoshop na Fotografia

Nesta terça-feira (29), o Governo Federal anunciou a prorrogação do prazo dos recursos da Lei Aldir Blanc para 2021. Com isso, está autorizado o pagamento do benefício com a quantia já aprovada em 2020 e destinada ao cumprimento da lei, mas que ainda não tenham sido utilizados. A Lei nº 14.017/2020, batizada de Aldir Blanc em homenagem ao compositor e músico que morreu vítima da Covid-19, foi promulgada pelo Congresso em agosto, com o repasse de R$ 3 bilhões de recursos federais para ações emergenciais do setor cultural em estados e municípios.

 

Investimento no Estado 

Para definir o plano de ações com os recursos da Lei Aldir Blanc no estado do Rio de Janeiro, a Sececrj realizou diversas reuniões com gestores e representantes culturais dos 92 municípios. Com diálogo aberto, a Secretaria de Cultura definiu seis editais para atender todas as classes artísticas: Retomada Cultural RJ, Fomenta Festival, Juntos pelo Circo, Cultura Viva, Cultura Presente RJ e o Passaporte Cultural RJ.

 

Percentual dos editais pagos até quarta-feira (30)
Juntos pelo Circo: 100%
Cultura Presente: 93%
Cultura Viva: 85%
Retomada: 79%
Festival: 76%
Passaporte: 36%

 

 

 

 

TAGS: Jornalista Anderson Lopes fala sobre seu Ano Novo  Sua marca no TikTok  Horóscopo Alto Astral de 28/12 A 3/12  Entrevista extraordinária com Ana Botafogo  Logo da Estação Primeira de Mangueira  Angry Birds Bubble Trouble  Vai dar Bangu na cabeça!  Festival Diálogo de Cinema  Pagamento dos editais da Lei Aldir Blanc  LIESB emite nota oficial  Mangueira: Angenor, José e Laurindo  Escritora Isa Colli  Druzina Content conquista Prêmio Ano Novo, vida nova, novo símbolo!  Duas histórias divertidas  União de Maricá emite nota referente ao Carnaval 2021  Moda: Bonés de aba reta  Farid Abrão morre por complicações da Covid-19  Rocinha anuncia nova 1ª Porta-bandeira  O samba chora a morte de Ubirany  Já pensou onde vai passar o Natal e Réveillon 2021?

 

-ASCOM Cultura-

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.