Uma pequena mostra, Império Serrano divulga fantasias para o próximo carnaval

Enredo "Mangangá"

0

Em meio à preparação para a final de seu concurso de samba-enredo, que acontece nesta sexta-feira, o Império Serrano divulgou uma pequena mostra das fantasias de alas que irão representar a africanidade e o caráter lúdico do enredo “Mangangá”, de autoria e que será desenvolvido pelo Carnavalesco Leandro Vieira. Nos figurinos divulgados (batizados de Exú, Mestre Alípio e Jagunço) as fantasias são uma apresentação visual dos personagens envolvidos na história.

Inovação e criatividade, Batuque Digital lança clipe em homenagem ao dia da Consciência Negra

 

 

“De um modo geral as fantasias que desenvolvi são a apresentação visual dos ‘atores’ envolvidos na trama que me serve de enredo. Em desfile, os orixás que guardavam um homem que diziam ter ‘o corpo fechado’, a figura de Mestre Alípio (espécie de griot dos saberes da capoeira no Recôncavo da Bahia e mestre de Besouro), bem como a força bruta e violenta dos jagunços que atendiam aos desmandos de senhores de engenho descontentes com a abolição da escravatura” – define o carnavalesco.

Na semana da Consciência Negra, o Império Serrano evidencia toda a sua história e tradição, representada num enredo que abordará aspectos próprios da cultura afro-brasileira no exato instante em que o racismo estrutural é uma pauta fundamental e a construção de heróis negros no imaginário coletivo se faz urgente.

Projeto Abrindo Portas: Teatro Rival Refit traz programação de shows do cantor Jay Vaquer

 

 

Sobre o visual geral que Leandro pretende imprimir em sua estreia no Império, o artista diz que “o enredo permite a escolha de um visual que mescla a africanidade com o caráter lúdico e fantasioso dos que contam histórias colhidas no terreno fértil do imaginário popular. Em Mangangá, sou um contador de histórias. Um homem atento aos ‘causos’ que ouvi. Meu trabalho como criador carnavalesco se deu como uma espécie de desenhista que dá contorno plástico aos personagens que atuam na trama que envolve a figura do capoeirista que apresento como enredo.” – completou.

Besouro nasceu em Santo Amaro/Bahia, no ano de 1895, sendo o principal líder da luta contra a permanência do pensamento escravagista nos primeiros anos após a abolição. O hino oficial do Império Serrano, que embalará a comunidade da Serrinha com o enredo Mangangá será conhecido nesta sexta-feira, 20, a partir das 20h, na quadra da escola e ainda contará com transmissão ao vivo da TV Império Serrano e Canal FitAmarela a partir das 22h.

 

 

 

 

TAGS: Espaço Alma de Boêmio  Rainha dos Faisões  Casa França-Brasil estreia série de lives  Rocinha reabre quadra em dezembro  O Direito de Pensar  Festival Gastronômico Degusta Tijuca  Horóscopo Alto Astral de 16/11 a 22/11 Moda: Mini saia jeans  Lu Lobo se joga no samba Salgueiro celebra o Dia da Consciência Negra Apoteose Carioca se filia a Liga LIVRES  Cine África Projeto ‘Abrindo Portas’ Teatro Rival Refit  Thiago e Thaeme  Império da Zona Norte  Morre Djalma Sabiá Sossego comemora 51 anos Mês da Consciência Negra  Portela celebra a reabertura de sua quadra Moda: Regatas com estampa de folhagem  Jornalista Anderson Lopes

 

-H Onze Comunicação-  

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.