Felicidade é isso! Unidos da Ponte divulga o samba-enredo para o próximo carnaval

Santa Dulce dos Pobres - O Anjo bom da Bahia

0

Optando por não realizar disputa de samba-enredo para o próximo carnaval, a Unidos da Ponte divulgou nesta quinta-feira(12) a obra que embalará o enredo “Santa Dulce dos Pobres – O Anjo bom da Bahia”, desenvolvido pelos carnavalescos Guilherme Diniz e Rodrigo Marques, que retornam à agremiação.

Projeto Abrindo Portas: “Dobrando a Carioca Ao Vivo” no Teatro Rival Refit

 

 

O hino oficial, da azul e branca de São João de Meriti, foi composto por Sandra de Sá, Diego Nicolau, Dudu Senna, Deodonio, Richard Valença, Renan Diniz, Márcio de Deus e Telmo Motta. A agremiação tem a missão de levar a história da Santa Dulce para Marquês de Sapucaí no próximo carnaval e, mesmo sem data, já deu o pontapé inicial para o seu desfile.

– Me senti honrado em poder transmitir através deste samba toda mensagem que a Santa Dulce nos deixou e que a nossa escola quer passar na avenida. Tanto a letra quanto a melodias possuem mensagens de paz e esperança, o que precisamos muito neste momento e que será entoado em toda a Marquês de Sapucaí – revelou o intérprete Daniel Collete.

Salgueiro celebra o Dia da Consciência Negra com reabertura da quadra e retorno da tradicional feijoada

Para seu desfile, ainda sem data no carnaval, a escola aposta na história da religiosa nascida em Salvador, na Bahia, que dedicou sua vida à caridade e assistência aos pobres necessitados, sendo mais tarde canonizada, recebendo o título de Santa Dulce dos Pobres.

 

Confira a letra do samba

Compositores: Sandra de Sá, Diego Nicolau,Dudu Senna, Deodonio, Richard Valença, Renan Diniz, Márcio de Deus, Telmo Motta.

Na cura da alma, um manto azul
A “Ponte” entre o divino e a devoção
A fé,  mulher
Fez da bondade, tua peregrinação
E pé ante pé, nos trilhos da paz
Em oração bradou a caridade
Unir tantos elos, a nobre missão
E no olhar, a serenidade
Me cobre em teu manto, Enxuga meu pranto
A bênção, Senhora de São Salvador

Estenda a mão pra acalentar os filhos teus
Tudo é possível aos olhos de Deus
Oh! minha pequena, rogai por nós
E seja voz daqueles que não tem voz

E vai
Percorrer o destino que vai espalhar o bem
Mesmo no desatino quem vai te levar além
É aquela coragem que te fez singular
E onde houver dor traga a cura
No dissabor seja candura
Luz dos herdeiros julgados nas bênçãos da fé
A fé, sempre a tua bandeira
Colo de mãe brasileira
Bem-aventurada
Nessa prece Imaculada

Anjo de amor, luz que me guia
Santa Dulce dos Pobres, Maria!
Em nome do pai, na Cruz do perdão
Nos dê sua proteção

 

 

 

 

TAGS: Apoteose Carioca se filia a Liga LIVRES  Cine África  Projeto ‘Abrindo Portas’ Teatro Rival Refit  Thiago e Thaeme  Império da Zona Norte  Morre Djalma Sabiá  Sossego comemora 51 anos  Mês da Consciência Negra  Horóscopo Alto Astral de 09/11 a 15/11 Portela celebra a reabertura de sua quadra  Moda: Regatas com estampa de folhagem  Jornalista Anderson Lopes  Los Castillos comemoram carreira  Black Brazil Art: ‘Arte sem Fronteiras’ Tia e sobrinho sofrem racismo Programação Quiosque Drink Café A velha política Moda: Blusa Transparente Preta Mundo LGBTQ+ se despede de Jane Di Castro  Quiosque Drink Café Morre Jane Di Castro

 

-H Onze Comunicação-

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.