Mês das flores! Centro Cultural Light aborda as estações do ano em sua programação de setembro

Que venha a primavera

No mês de setembro, o Centro Cultural Light vai trazer as estações do ano para a programação das suas redes sociais. Ela vai contar, por meio de conteúdos conceituais, atividades experimentais e vídeos mais curtos e dinâmicos, a história da divisão das estações. O objetivo é mostrar ao público a influência da eletricidade na forma como os seres humanos identificam essa divisão ao longo do ano e de acordo com a região em que vivem. O conteúdo vai ao ar toda semana no Instagram, Facebook e Youtube (@centroculturallight).

Aquela merecida roda de samba com Moacyr Luz, feriado da Independência terá live do Samba do Trabalhador

 

 

A programação está dividida em cinco tópicos, são eles: “Por que o ano se divide em estações? E a temporalidade em Di Cavalcanti”, “Percepções e comportamento”, “A Estação das Artes”, “É chegada a primavera” e “O que podemos aprender com os pássaros sobre a primavera?”.

 

Confira como será o desenvolvimento de cada um durante o mês.

Por que o ano se divide em estações e a temporalidade em Di Cavalcanti

Na semana de abertura dessa programação que promete ser incrível, o conteúdo vai passar pelas formas de dividir o ano por meio de estações ao redor do mundo, além de falar das maneiras que o ser humano encontrou ao longo de diferentes períodos históricos de observar e registrar as mudanças da natureza. O espaço falará também sobre Di Cavalcanti, aniversariante do mês de setembro e renomado artista que possui quatro obras da “Composição Rio” expostas no Centro Cultural Light e que carregam em sua história as grandes mudanças políticas pela arte modernista.

 

Percepções e comportamento: alterações provocadas pela energia elétrica

Não é incomum você ouvir um familiar mais velho falar sobre como era o verão anos atrás, ou sobre a hora em que os “bichinhos” aparecem na luz. Na segunda semana, as atividades serão compostas pelas diferentes perspectivas das estações do ano com atividades experimentais e serão abordadas as alterações que a energia elétrica causa no comportamento humano e as maneiras de identificá-las.

 

A Estação das Artes

Na terceira semana, a temática das estações do ano e do homenageado Di Cavalcanti se misturam e as atividades práticas vão fazer um convite à experimentação artística. Além do bate-papo sobre o tema, as educadoras do espaço ensinarão a construir um relógio solar e como dar um novo significado para as folhas de cadernos que não já não são mais usados.

 

É chegada a primavera! Por que a primavera?

Será feita uma breve reflexão sobre os simbolismos dessa estação do ano a partir de ditados sobre a primavera, como “quem dorme na primavera, chora no inverno” ou “uma palavra gentil é como um dia de primavera”. Além disso, a Primavera de Museus traz à luz uma discussão sobre como plantar e colher esse conhecimento no isolamento social, olhando também, para a realidade de outros museus, que por exemplo, só existem virtualmente.

 

O que podemos aprender com os pássaros sobre a primavera? 

Para encerrar a programação do mês, o conteúdo trará perguntas e respostas sobre a perspectiva de outras espécies em torno do ciclo das estações, principalmente a relação das aves com a primavera e como as estações afetam seus hábitos, evocando a ciência e a poética por trás desse comportamento.

 

 

 

 

TAGS: Jesus Luz faz live no Vidigal Taty Zatto exibe barriga definida Que avião! Metrô de SP apresenta obras de artes Horóscopo Alto Astral de 31/08 a 6/09 Flavia Gabê lança clipe Tucuruvi lança seu enredo 2021 Shows gratuitos onLine no YouTube Hambúrguer artesanal Flor da Mina do Andaraí apresenta nova logo Cine África online Benefícios do Yoga Parceria musical Sexy e sensual Moda: Camiseta Manga Longa Gola V Theatro Municipal Palco Livre Nova logo do Império Serrano Raízes culturais É necessário renovar! Sucesso on-line Vai um cafezinho aí?

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa – Light

http://www.light.com.br/grupo-light/imprensa/assessoria-de-imprensa.aspx

 

 

 

 

Comentários estão fechados.