Estácio de Sá apresenta a logo do seu enredo

Carnaval 2020

0

 Carnaval 2020: PEDRA

A Estácio de Sá apresenta a logo do enredo do Carnaval 2020!

A pedra, para o ser humano, representa a permanência do tempo. A camada externa e dura da Terra, a rocha.

A beleza sólida desse material é a essência de nosso planeta. E foi essa beleza sólida que nossos ancestrais usaram como caminho para registrar suas passagens pelo mundo..

Leia tanbém: Divas! Déborah Albuquerque e Sula Miranda participam de programa

 

 

Descobriu-se a beleza dos diamantes, de tantas pedras preciosas ou semipreciosas e do ouro. Foi esta uma das primeiras atividades de exploração dos homens no Brasil, mais precisamente em Minas Gerais, no século XVIII..

E vamos seguir pela estrada de Minas, pedregosa… O poeta Carlos Drummond de Andrade nasceu e cresceu em Itabira, em Minas. Da janela de seu quarto, costumava observar o perfil montanhoso cujo destaque era o pico do Cauê..

Fora-se a Pedra, engolida pelo enorme trem, fora-se a pedra do poeta.

Outro escritor mineiro, Guimarães Rosa, enfocou “a biodiversidade do cerrado e o relevo constituído pelo calcário, rocha maleável e moldável pela ação das águas. .

Outra pedra que faz parte do nosso caminho é a Serra dos Carajás. Recebeu o nome de seus antigos moradores — os índios Carajás. Segundo suas crenças, eles nasciam do interior do solo — solo rico e pedregoso, repleto de grutas. Quando nasciam, saíam desse mundo subterrâneo para ir habitar a superfície..

A região é uma pedra enorme toda feita de ferro, e em seu entorno nascem pequenas cidades. Segundo uma artesã do Centro Mulheres de Barro, na cidade de Parauapebas, surgiram muitos conflitos por aquele rico pedaço de chão. .

A própria cidade é um amálgama de pessoas vindas de todos os cantos do Brasil. Vêm do norte e do nordeste, do sul e do sudeste, vêm do centro e vêm do leste. Todas sonhando em extrair daquela terra as muitas riquezas que ela guarda. E acabam também formando uma amostra da variedade do povo brasileiro..

A rocha mais antiga que conhecemos uma lasca com pouco mais de dois centímetros, foi coletada na Lua pelos astronautas da nave Apollo. Tem quatro bilhões de anos. A nossa Terra, vista da Lua, ainda é linda, azulzinha… Até quando?

Rosa Magalhães.

 

 

 

 

TAGS: Trupe Max estreia em sessão de cinema  Conectados e conscientes! Superdigital lança blog  100 anos do Iate Clube  Sinopse – Aprendizes do Salgueiro  Projeto Criolice fecha mais uma edição com sucesso Horóscopo Alto Astral de 19 A 25/8 Diretoria da Lierj participa de encontro Metamorfose da Beleza Lady Chokey  “Narrativas Plurais” – Centro Cultural Light Quimono, tendência do verão que segue no inverno Gil Jung posa de lingerie!95 anos de Nelson Sargento Jhanne Pires irá lançar livro de moda  Confira a Sinopse da Portela Leandro Vieira recebe Ivanir dos Santos Tardezinha Surreal Cinemaneiro terá nova edição em 2020 Sinopse da Acadêmicos de Vigário Geral  A mulata chegou! Otto Tijuca comemora 15 anos Independentes de Olaria anuncia 2º casal

 

Diretor responsável: -Enildo Viola-
Assessoria de Imprensa e Comunicação

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.