4ª Edição: Prêmio Machine 2019

Centro Cultural João Nogueira

0

Serão 20 profissionais premiados, distribuídos em três categorias e subdividida em vinte modalidades. A 4ª Edição do Prêmio Machine será realizada no dia 25 de março, segunda-feira às 19h no Centro Cultural João Nogueira (Imperator).

Churrascaria brasileira contrata profissionais para trabalhar em unidades nos Estados Unidos

O Prêmio Machine nasceu em 2016, idealizado por Cátia Calixto, coordenado por Denise Pinto Pereira e Elizabeth Rodrigues. Com o perfil de premiar àqueles que aos olhos de uma maioria, não passam de ilustres desconhecidos, atuando ou desfilando pela passarela do samba anonimamente.

Polêmica e diversão no canal de Lady Chokey

O evento foi inspirado na história de José Carlos Farias Caetano, o Machine. Ele está na passarela do samba desde a sua fundação, começou como faxineiro, depois de fazer de tudo no carnaval, virou o Síndico da Passarela. O Prêmio Machine, além de homenagear o próprio, é uma premiação extraoficial dos Bastidores do Carnaval Carioca.

 

Os homenageados deste ano serão:

Especial – Milton Cunha – Por sua contribuição cultural e glamorosa como pós-doutor pela Escola de Belas Artes da UFRJ, artista plástico, carnavalesco, cenógrafo, comentarista e agitador cultural multimídia. Elevando e mantendo a tradição cultural popular não só do Rio, mas de todo o país.

Hors Concours – Silvinho Fernandes – Por suas inúmeras participações em concursos de fantasias, e sua experiência de décadas como destaque nos carros alegóricos das escolas de samba.

Lenda Viva do Carnaval – Carlinhos Madrugada – Pelo samba de enredo antológico ‘Sublime Pergaminho’ regravado por vários artistas, um presente de Nilton Russo, Zeca Melodia e Carlinhos Madrugada. Uma comprovação de que arte não tem prazo de validade, e este já passa dos 50 anos.

Prata da Casa – Essa homenagem foi pensada para valorizar e agradecer ao trabalho exaustivo da Equipe Machine, que atua incansavelmente nas madrugadas de ensaios das Alas coreografadas, Casais de Mestre Sala e Porta Bandeira, Comissões de Frente, Baianas, Baterias etc.

Wikibamba – Vilma Nascimento – O Cisne da Passarela, apelido dado pelo jornalista Valdinar Ranulfo, colunista do jornal carioca ‘Última Hora’, na década de 1960 por sua elegância e impressão de novo estilo de bailado como Porta Bandeira.

 

Os indicados ao Prêmio Machine 2019 são:

Categoria Serviços

 

Limpeza:

Ana Cristina da Silva Santos

Emilton dos Santos Silva

Maria Elisa Graciano de Almeida

 

Segurança: 

Lúcia Nóbrega

Major Wellington Medeiros

Sylvio dos Santos Filho

 

Categoria Cobertura Jornalística:

Assessoria de Imprensa:

Alexander Soares – Império Serrano

Helder Martins – Unidos da Ponte

Simone Fernandes – Viradouro

 

Fotógrafo:

Elias Sansão

Widger Frota

William Meirelles (Shampoo)

 

Jornal e Revista (Físico e/ou Online):

Jornal Ritmo Carioca

Revista Cartilha do Samba

Revista Explosão In Samba

 

Rádio e Web Rádio:

Rádio 94 FM (Marcelo Pacífico – Vai Dar Samba)

Rádio Point Web

Web-Rádio Carnavalizando

 

Site e Blog:

Carnaval-De-Rio.FR

Empodera Samba

Galeria do Samba

 

TV e Web TV: 

Alegria Cachambi

Mais Carnaval

Os Carnavalizados

Categoria Preparação de Desfiles

Ala da Força (Empurradores):

Grande Rio

Salgueiro

São Clemente

Apoio de Destaque:

Alexandra (Portela)

André (Destaque Dill San – Vila Isabel)

Paulo Vítor Lima (Salgueiro)

 

Apresentador (a) de Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira:

Ana Lessa (Mangueira)

Geusa (Unidos da Tijuca)

Sérgio Preto Velho (Vila Isabel)

 

Coreógrafo (a) de Ala:

Fábio Figueira (Tuiuti)

Jansen (Unidos da Tijuca)

Júlio César Nascimento (Viradouro)

 

Coreógrafo (a) da Ala de Passistas:

Kriollo Bara – Thiago (Porto da Pedra)

Nilce Fran (Portela)

Valci Pelé (Viradouro)

 

Coreógrafo (a) de Comissão de Frente:

Ariadne (Estácio de Sá)

Jardel (Unidos da Tijuca)

Leandro Azevedo (Ilha do Governador)

 

Destaque (Fantasia):

Dill San (Senhor do Tempo – Vila Isabel)

Nelcimar Pires (Arauto de São Pedro – Vila Isabel)

Simone Drumond (Filha do Rei Midas – Imperatriz)

 

Diretor (a) de Ala das Baianas:

Vera Lucia (Vila Isabel)

Tia Glorinha (Salgueiro)

Tia Nanci e Bira (Renascer de Jacarepaguá)

 

Diretor (a) de Harmonia:

Arinaldo (Império da Tijuca)

Júlio Orlandi (Mangueira)

Yuri Silva (Unidos da Tijuca)

 

Escola de Samba Mirim:

Mangueira do Amanhã

 

Mestre de Bateria:

Chuvisco – Estácio de Sá

Fafá – Grande Rio

Macaco Branco – Vila Isabel

 

Velha Guarda:

Cubango

Império Serrano

Mocidade

 

Serviço:

4ª Edição do Prêmio Machine – Bastidores do Carnaval Carioca

25 de março – Segunda-feira – 19h (pontualmente)

Centro Cultural João Nogueira – Imperator

Rua Dias da Cruz, 170 – Méier – RJ

Entrada: Somente para convidados e mediante apresentação do convite impresso do Imperator.

Traje: Passeio (Esporte Fino)

Credenciamento para Imprensa: ascom@premiomachine.com.br – até às 23 horas do dia 22 de março.

 

 

 

 

TAGS: Décio Bastos se desliga da UPM  Brasília recebe a 11ª edição do Desfile Beleza Negra  Nubia Siegenthaler estreia na Sapucaí como Musa da Cubango  Paulinha Padase prepara o corpão para o Carnaval 2020  Influencer Plus Size vai na contra mão e ensina a comer sem culpa  Horóscopo Alto Astral – semana de 11 a 17/03  Louzada deixa a Estrela Guia de Padre Miguel  Jojo Todynho inicia detox para repor as energias!  Musa comemora a estreia com pé direito  Mestre Washington Paz festeja os 30 pontos  Mulheres à Obra é alusivo a data de 8 de março  Aricia Silva comemora estreia na Marquês do Sapucaí  Mangueira é Mãe”, a campeã do Carnaval 2019 do Rio  Riotur: sobre os incidentes registrados no “Bloco Fervo da Lud”  Mancha Verde, a Campeã do Carnaval 2019 de São Paulo  Sete escolas do Grupo Especial fecha Carnaval do Rio  Imagem aéreas da Portela pelas lentes do fotógrafo Cezar Loureiro  Mais de 200 mil foliões vão as ruas nesta segunda

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.