“A era dos mortos vivos”

Autor: Eliel Barberino

Lançamento: livro “A era dos mortos vivos”, de Eliel Barberino

 

O autor Eliel Barberino estréia na literatura com o livro “A era dos mortos vivos”. Editado pela Cultura em Letras Edições, o livro traz a construção dos zumbis, em sua evolução até chegar à mídia.

O filósofo Deleuze já havia afirmado que o zumbi é o único mito moderno. De fato ele é o monstro que melhor representa a modernidade. Ao buscar entende-los, na verdade estaremos numa busca de nós mesmos. Ao fazermos um exame dos temas que os zumbis nos apresentam, creio que você perceberá que os zumbis somos nós, sou eu e você. Que o medo que temos dessas criaturas é um medo sublimado de nós mesmos e dessa civilização que criamos. Que o levante dos mortos-vivos contra toda ordem estabelecida é apenas a sublimação inconsciente de nossa revolta contra um mundo que perdeu a cabeça.

O livro é um estudo histórico e filosófico do zumbi como fenômeno cultural. Explorando desde o surgimento do fenômeno, descobre-se que o zumbi é um remanescente na modernidade de mitos arcaicos relacionados ao fim do mundo e do medo dos mortos. Assim, entende-se porque o zumbi dominou a cultura pop do nosso tempo.

 

Com 114 páginas e uma página especial ilustrada de preto na abertura, o livro já está à venda no site da Cultura em Letras Edições

 

 

Comentários estão fechados.