Fatalidade! Veja a nota do Prof da. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos, sobre o incêndio do Museu Nacional do Rio

Estamos todos de luto pela cultura brasileira que se esvaiu em chamas e de transformou em tristes cinzas

Na noite do dia 2 de setembro, as chamas silenciosamente que consumiam pouco a pouco o Museu Nacional do Rio de Janeiro nos sufocou à distancias. Do norte ao sul do país o sentimento de perda inestimável foi aos poucos ganhando contornos nas redes sociais e, por através dos meios de comunicação foi possível ver a imponência majestosa se transformar em lapsos de memórias em chamas. Sim, o Museu Nacional está em chamas! Localizado no interior do parque da Quinta da Boa Vista, o Museu, que  estava  instalado no Palácio de São Cristóvão, integrava todo o bi cenário mnemônico  no Brasil. Tombado em 1938 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o Museu  reunia todas as classes e diversidades sociais e de identidade seja em dias ‘comuns’ ou nas datas nacionais festivas.  Além ser uma das sedes de estudos e  pesquisas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o museu abrigava um acervo com mais de 20 milhões de itens, englobando alguns dos  mais significantes registros da memória brasileira no campo das ciências naturais e antropológicas, como  também  um amplos e diversificadas coleções originários de diversas regiões do planeta, e/ ou produzidos por povos e civilizações antiga.  Dentre elas, Luzia, o fóssil  humano mais antigo encontrado no Brasil- encontrado em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Mesmo consumido pela chamas, não podemos nos esquecer o Museu Nacional foi uma das maiores vitimas dos descaso com a nossa cultura e memória nacional. Pois, mesmo localizado na cidade do Rio de Janeiro, o Museu é de TODOS NÓS. Estamos todos de luto pela cultura brasileira que se esvaiu em chamas e de transformou em tristes cinzas.

Ivanir dos Santos 

 

TAGS: Horóscopo Carnavalesco – semana de 3 a 9/09  Bermuda Jeans Destroyed continua em alta para 2019 Leandro Casanova lança “Quando Ela Sai Pra Beber”  Nayra Cezari é confirmada Rainha do Bloco das Divas  Hugo Silva retorna a nata dos Destaques do Carnaval Carioca  Viviane Bordin anuncia Diamond Brazil nos EUA e Europa  Pipa Brasey, brilhou no Notting Hill Carnival  Famosos prestigiam lançamento de marca de roupa  Ivanir dos Santos participa do programa “Taí para todos”  Ana Paula Evangelista brilha como rainha em Londres Acadêmicos do Tucuruvi anuncia Cintia Mello como nova Rainha de Bateria  Exclusiva sobre Acadêmicos da Rocinha  Intercâmbio Cultural Mais Brasil  Acadêmicos do Cubango já tem seu samba-enredo 2019  Rocinha já tem seu samba  

 

– Rozangela Silva –

Assessoria de imprensa

Comentários estão fechados.