Duo Santoro faz concerto de estreia da programação #saladigital no canal do YouTube da instituição

Sala Cecília Meireles, sábado, dia 1/8

Uma das mais tradicionais salas de concertos de país, reconhecida por sua acústica impecável, a Sala Cecília Meireles retoma sua consagrada agenda de concertos, tão aguardada desde a interrupção das atividades por conta do novo corona vírus, estreando a programação #saladigital. Inicialmente sem a presença de público, os concertos serão veiculados no canal no YouTube da instituição, assim como divulgados em todas as suas mídias sociais (Facebook, Instagram e Twitter). Para garantir a segurança dos músicos, técnicos e funcionários, a Sala Cecília Meireles seguirá o Protocolo de Segurança Sanitária da FUNARJ. Abrindo a Série Concertos Petrobras Para Todas as Famílias / Blim Blem Blom, no sábado, dia 1 de agosto, às 12h, o prestigiado Duo Santoro fará a estreia também com transmissão ao vivo pela Rádio MEC FM (93,3) – através do programa Blim-Blem-Blom, com apresentação de Tim Rescala e Betina Fonseca. A apresentação poderá ser assistida através do site https://radios.ebc.com.br/mecfmrio.

Juntas somos mais fortes! Cristiane Machado participa de live sobre violência doméstica

 

 

Os irmãos Paulo e Ricardo Santoro subirão ao palco, inicialmente, para executar obras escritas exclusivamente para o duo: “Sandrino no Choro” (Adriano Giffoni), “A bênção Sandrino” (Leandro Braga), e “Cantiga Pedro e Marcela” (Dimitri Cervo). Em seguida, Paulo Santoro e Marcela, sua filha de seis anos, ao violino, apresentam “Andantino”, de S. Suzuki. Pedro, de sete anos, filho de Ricardo Santoro e também violinista, sobe ao palco junto com pai para tocar “Bourrée”, de G. F. Handel. A reunião familiar se estende em consagração com a participação do patriarca contrabaixista Sandrino Santoro, que, ao lado dos violoncelistas Paulo e Ricardo, apresentam “Sarabanda da Sexta Suíte para violoncelo”, de Bach. A percussionista Ana Letícia Barros, mãe de Marcela e esposa de Paulo Santoro, se junta aos gêmeos na última parte do concerto e, reunidos, promovem uma requintada releitura de inesquecíveis obras populares: “Tico-tico no fubá” (Zequinha de Abreu), “O Trenzinho do Caipira” (Heitor Villa-Lobos) e “Brasileirinho” (Waldir Azevedo).

51 com corpinho de 30: William Travassos começa o “Projeto Schwarenegger”

Ao longo de toda a programação #saladigital, serão arrecadadas doações para o Sindicato de Artistas e Técnicos em Espetáculos do Rio de Janeiro, SATED-RJ, que auxilia profissionais de teatro e música duramente atingidos pela interrupção de concertos, óperas e peças teatrais durante a pandemia.

 

Duo Santoro

 

Considerado “um dos maiores sucessos da música erudita brasileira” pelo Jornal O Globo, o Duo Santoro é um dos conjuntos mais elogiados pela crítica especializada. Único duo de violoncelos em atividade permanente no Brasil, o Duo Santoro estreou em 1990 e já se apresentou nas principais salas de concerto de todo o país e também no Carnegie Hall de Nova York, na Argentina e na República Dominicana. Seus recitais incluem um leque eclético de estilos, que vai do erudito ao popular. Uma das principais metas do Duo Santoro é a divulgação da música brasileira. Para isso, contam com a colaboração de vários compositores, que dedicaram algumas de suas principais obras ao Duo, tais como Edino Krieger, Ronaldo Miranda, João Guilherme Ripper, Ricardo Tacuchian, Dimitri Cervo, Villani-Côrtes, Tim Rescala, André Mehmari, entre outros.

Em 2013, lançaram seu primeiro CD, “Bem Brasileiro”, e em 2017, lançaram o segundo CD, “Paisagens Cariocas”, sendo eleito um dos “10 álbuns imperdíveis de música erudita” pela Revista Bravo! de São Paulo. Em 2018, gravaram o CD “Retratos de Brasil en Córdoba”, como solistas da Orquesta Académica del Teatro del Libertador.

 

SERVIÇO:

1/8, sábado – Duo Santoro faz concerto de estreia da programação #saladigital da Sala Cecília Meireles

Série Concertos Petrobras Para Todas as Famílias / Blim Blem Blom

Horário: 12h

Transmissão ao vivo

 

Sala Cecília Meireles

Transmissão pelo YouTube – https://www.youtube.com/c/SalaCecíliaMeireles/

 

Rádio MEC FM – (93,3) – Programa Blim-Blem-Blom

Site – https://radios.ebc.com.br/mecfmrio

 

Duo Santoro (Paulo e Ricardo Santoro, violoncelos)

Duo Santorinho (Pedro e Marcela Santoro, violinos)

Sandrino Santoro, contrabaixo

Ana Letícia Barros, percussão

Tim Rescala e Betina Fonseca, apresentadores

 

PROGRAMA

Adriano Giffoni  – Sandrino no Choro

Leandro Braga – A Bênção Sandrino

Dimitri Cervo – Cantiga Pedro e Marcela

S. Susuki  – Andantino

G. F. Haendel – Bourrée

J.S. Bach – Sarabanda da Sexta Suíte

Zequinha De Abreu – Tico-Tico no Fubá

Heitor Villa-Lobos  – O Trenzinho do Caipira

Waldir Azevedo – Brasileirinho

 

 

 

 

TAGS: 51 com corpinho de 30 É pra arrasar! Blazer e short jeans Carnaval 2021 de São Paulo foi adiado para maio Cineasta africano Flora Gomes Ubuntu é o enredo da São Clemente Liga Livres Rj Guri bom de samba! João Saldanha é o enredo da Botafogo Samba Clube Horóscopo Alto Astral de 20/07 a 26/07 Lierj e Ação da Cidadania Evolução a adaptação Na boleia do caminhão Canarinhos das Laranjeiras se filia a Liga LIVRES RJ Liesa 2021: vai ter ou não? Jesus Chediak recebe homenagem do Sececrj Vestido xadrez para o inverno 2020 Boas ações Tô chegando, hein! Terapia de casal em tempos de COVID-19 “Resistência” é o enredo 2021 do Salgueiro

 

-Cezanne Comunicação-

Assessoria de Imprensa em Cultura e Arte

 

 

 

 

Comentários estão fechados.