AFRIKA BAMBAATAA – O Amen-Rá do HIP-HOP conclama aos HIP-HOPPERS a não se esquecerem de GEORGE FLOYD

Movimento Hip Hop

“Por favor, eu não consigo respirar.”

“Meu estômago dói.”

“Meu pescoço dói.”

“Tudo dói.”

“Eles irão me matar.”

“GEORGE FLOYD… DIGA O NOME DELE!!”

(Afrika Bambaataa)

 

Essa foi a postagem do arquiteto do Movimento Cultural HIP-HOP “Afrika Bambaataa”, em sua fanpage no Facebook, na quarta-feira passada (27), como ato solidário à memória do afro-americano GEORGE FLOYD, assassinado no dia 25 de maio por um policial branco, em Minneapolis, no Minnesota,após ter sido algemado e ter seu pescoço pressionado pelo joelho de Terek Chauvin contra o chão, ocasionando sua morte por asfixia.

Agora é oficialmente, Patricia Barros é apresentada como rainha de Bateria da Praça da Bandeira

 

 

Parafraseando as últimas palavras de FLOYD, pouco antes de sua morte, Bambaataa convocou os HIP-HOPPERs a não se colocarem neutros diante das injustiças externendo em caixa alta a frase “GEORGE FLOYD… DIGA O NOME DELE!!”

Fundador da “Universal Zulu Nation”, Organização com sede no bairro do Bronx, em Nova York, cujos princípios se tornaram meses a frente os pilares de sustentação na criação do “Movimento Cultural HIP-HOP” – Paz, Amor, União e Diversão (com Responsabilidade) -, Bambaataa desde criança fora influenciado dentro de sua própria casa pela mãe e o tio, ambos membros dos “Panteras Negras”, originalmente denominado Partido Pantera Negra para Auto-defesa, de ideologia socialista revolucionária, fundado pelos ativistas Bobby Seale e Huey Newton, em outubro de 1966, em Oakland, Califórnia, em favor da Comunidade Afro-americana. Junto à UZN, a grande preocupação de Afrika Bambaataa era a reabilitação dos membros das street gangs locais e como estas poderiam desenvolver seus talentos para o bem comum, através da arte.

Live! Thaeme e Thiago já têm um novo encontro marcado com o público

Durante os anos 1990, Bambaataa esteve envolvido em campanhas pela libertação de Nelson Mandela na Africa do Sul e de Mumia Abu-Jamal, ex-integrante dos Panteras Negras, que se tornou jornalista e ficou popular com o seu programa de rádio “A voz dos Sem-voz”, condenado à morte pelo assassinato do policial Daniel Faulkner, na baixa de Filadélfia, em 9 de dezembro de 1981, mesmo com insuficiência de provas sobre o ocorrido.

Em 2018, ele também se solidarizou com a morte da vereadora afro-brasileira “Marielle Franco”, morta a tiros dentro de seu carro na Rua Joaquim Palhares, no bairro do Estácio, na Região Central do Rio, por volta das 21h30 do dia 14 de março de 2018.

Dupla infalível! Direção de Harmonia da Lins Imperial será comandada por Ramon Mansur e Carlson Renato

“Nós da Zulu Nation queremos o Conhecimento certo, a Sabedoria certa, a Compreensão correta e a Razão correta. Nos dizem que Colombo descobriu a América, ou que a Grécia é mãe e pai da civilização ocidental, quando eles obtiveram todo o Conhecimento do Egito e da África.
Vamos dizer a VERDADE sobre o que as pessoas NEGRAS, PARDAS, VERMELHAS, BRANCAS e AMARELAS fizeram para melhorar a CIVILIZAÇÃO MUNDIAL, neste planeta chamado Terra. E vamos mergulhar na universalidade que move nossos planetas, galáxias e outras coisas, porque estamos destruindo a Mãe Terra e ela está se cansando disso, e devolvendo isso de forma muito severa para os habitantes desse planeta”, declarou Afrika Bambaataa em entrevista [07/04/17] ao portal Red Bull Music Academy, clamando pela Paz Universal entre os seres humanos.

“Acorda HIP-HOP!!”

 

Clica no play!

 

 

 

 

TAGS: Horóscopo Alto Astral de 01/06 a 07/06 Eles são nota 10! “Soltando os bichos” título da Tuiuti Theatro Municipal RJ lança tour virtual Liga LIVRES RJ recebe mais uma agremiação Morena gata e doutora Rita Elmôr será Clarice Lispector na Tradição Lives escolares, bola da vez! Mãos na massa! Calça Capri Preta nunca sai de moda Cultura, o caminho para o futuro! Bateria Ritmo Meritiense É hora de recomeçar! Bar do Zeca Pagodinho – Receitas da Casa! Mentorado o que tem? Mercado do entretenimento Péricles é internado Comunicado Oficial da Tradição Tirulipa faz xixi em live

 

Colunista / Escritor e Pesquisador da Cultura Black: DJ Zulu TR 

 

 

 

 

Comentários estão fechados.